22 de abril de 2024
Início » Moto Club: Léo Silva se aposenta, segue como diretor e já recebe Paulo Rangel como reforço

Moto Club: Léo Silva se aposenta, segue como diretor e já recebe Paulo Rangel como reforço

1

Ontem, segunda-feira, 19, aos 40 anos de idade, o meia Léo Silva, ícone do futebol maranhense e fiel representante do Moto Club, anunciou sua aposentadoria através das redes sociais. A decisão veio em meio à preparação do time para um importante embate contra o Bahia, pela Copa do Brasil, marcado para esta quarta-feira, 21, no estádio Nhozinho Santos.

A trajetória de Léo Silva é marcada por momentos memoráveis, destacando-se sua dedicação ao clube que sempre amou. Sua despedida foi marcada por uma emotiva mensagem de agradecimento ao Moto Club, ilustrada com imagens de jogos recentes nos quais o meia brilhou, incluindo confrontos contra Juazeirense, pela pré-Copa do Nordeste deste ano, e a final do Campeonato Maranhense de 2024, contra o Maranhão, nos quais contribuiu com importantes gols.

Mesmo encerrando sua jornada nos gramados, Léo Silva permanecerá ligado ao Moto Club, agora atuando como dirigente. Sua transição para os bastidores do clube não foi fácil, especialmente considerando a paixão que sempre teve pelo futebol, mas o meia reconheceu que o momento de encerrar essa etapa chegou, principalmente devido às crescentes demandas extracampo que tornaram difícil conciliar treinos e responsabilidades administrativas.

Léo Silva deixa um legado significativo no Moto Club, tendo disputado 12 jogos e marcado três gols durante sua passagem pelo clube. Antes de chegar ao Maranhão, o talentoso meia acumulou experiências em clubes como URT, Ipatinga e Cruzeiro, todos em Minas Gerais, além de passagens pelo Botafogo, Guaratinguetá-SP e Portuguesa-SP. Sua carreira internacional foi marcada por uma bem-sucedida passagem pelo futebol japonês, defendendo clubes como Albirex Niigata, Kashima Antlers e Nagoya Grampus, onde teve a honra de trabalhar com grandes nomes do futebol como Zico.

Ao longo de sua carreira, Léo Silva conquistou diversos títulos, incluindo uma AFC Champions League, uma Supercopa do Japão e dois títulos estaduais em Minas Gerais. Seu comprometimento e paixão pelo futebol serão eternamente lembrados pelos torcedores do Moto Club.

Novos ventos sopram no Moto Club com a chegada de Paulo Rangel

Enquanto Léo Silva se despede dos gramados, o Moto Club se prepara para uma nova era com a chegada de reforços para a temporada. Entre os novos jogadores que ganharam condição de jogo está o experiente atacante Paulo Rangel, de 39 anos, cuja situação foi regularizada e já está à disposição do técnico Tuca Guimarães.

Além de Paulo Rangel, o clube também confirmou a regularização de outros reforços, incluindo o zagueiro Matheus Silva e o lateral-esquerdo Pablo Alves, ambos provenientes do Audax-RJ, e o atacante Rodriguinho, que defendeu o Maranhão na temporada passada. Essas adições prometem fortalecer o elenco do Moto Club para os desafios que estão por vir.

No entanto, nem todas as notícias foram de chegadas, pois o clube também anunciou a rescisão contratual com o lateral-esquerdo Erci. Essas movimentações visam preparar o time para sua estreia na Copa do Brasil, marcada para quarta-feira contra o Bahia, no estádio Nhozinho Santos.

1 thought on “Moto Club: Léo Silva se aposenta, segue como diretor e já recebe Paulo Rangel como reforço

  1. O Moto precisa de administração no tocante a Direção de futebol,a diretoria tem que ser célere ao montar a equipe, acredito no Léo e tenho certeza que ele é produtivo e sabe o que faz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *